Governo importa arroz para garantir abastecimento e preço baixo

Governo importa arroz para garantir abastecimento e preço baixo

Medida garante abastecimento nacional, após enchentes no RS, que é o maior produtor de arroz do país

Divulgação/MAPA

Conab poderá importar até 1 milhão de toneladas de arroz. Foto: Divulgação/MAPA

O governo Lula tomou uma medida crucial para garantir o abastecimento de arroz no país, após as enchentes atingirem o estado do Rio Grande do Sul (RS), maior produtor de arroz do Brasil.

Com a Medida Provisória (MP) 1.217/2024, a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) foi autorizada a importar até um milhão de toneladas do produto, beneficiado ou em casca.

Durante entrevista à Empresa Brasil de Comunicação (EBC), o presidente Lula afirmou que o Brasil poderia importar arroz e feijão para lidar com prejuízos nas safras do país.

Leia mais: PT destaca decisão do TCU de criar força-tarefa para acelerar repasses ao RS

“Agora com a chuva, eu acho que nós atrasamos de vez a colheira (de arroz) do Rio Grande do Sul. Se for o caso para equilibrar a produção, a gente vai ter de importar arroz, a gente vai ter de importar feijão para que a gente coloque na mesa do povo brasileiro um preço compatível com aquilo que ele ganhar”, disse na última terça-feira (7).

Notícias falsas

Mesmo com a medida, que vale para 2024, o presidente da Conab, Edegar Pretto, alerta sobre as notícias falsas e ressalta que não há risco de desabastecimento nem necessidade de fazer estoque de arroz pela população. “O governo federal garante que não faltará arroz no país. Contamos com todos e todas para não propagar desinformação e mentiras”, enfatizou nas redes sociais.

Garantia de estabilidade

A produção gaúcha é responsável por mais de dois terços do arroz produzido no país. O objetivo principal da MP é evitar especulações financeiras e estabilizar os preços do produto em todo o território nacional.

O Ministro da Agricultura e Pecuária, Carlos Fávaro, ressaltou que a medida não visa concorrer com a produção nacional, mas sim atender a demanda de pequenos mercados e garantir estabilidade econômica para os consumidores. Ele destacou que os produtores brasileiros já têm capacidade para suprir a demanda interna, mas enfrentam dificuldades logísticas, o que tem contribuído para especulações de preços.

“Neste momento, a medida vem para evitar qualquer especulação com o preço do arroz. Também já conversei com os produtores para deixar claro que não é para concorrer com o nosso arroz, até porque os produtores já têm para suprir a demanda nacional, porém, tem dificuldade logística. Com a dificuldade logística para abastecer, vem a especulação”, explicou Fávaro. “Não queremos qualquer peso no bolso do brasileiro. Queremos estabilidade e comida na mesa”, completou.

Leia mais: Pacote federal de ajuda ao RS prioriza trabalhadores e toda a população gaúcha

Em ato conjunto, os ministérios do Desenvolvimento Agrário e Agricultura Familiar (MDA), da Agricultura e Pecuária (MAPA) e da Fazenda (MF) definirão, de acordo com a proposta da Conab, a quantidade de arroz a ser adquirida, os limites e as condições da venda do produto, incluída a possibilidade de deságio. 

A compra do arroz importado será realizada por meio de leilões públicos a preço de mercado, e os estoques serão preferencialmente destinados à venda para pequenos varejistas nas regiões metropolitanas, atingidas pela tragédia. Além disso, a Medida Provisória dispensa algumas exigências burocráticas, agilizando assim as operações.

Em suma, a ação do governo Lula busca assegurar que não haja escassez do produto no mercado interno do país e que os preços permaneçam acessíveis para todos os brasileiros e brasileiras. 

Da Redação, com informações da Secom e G1

Fotos

Outras Notícias

Certidão do TSE comprova que Robério Oliveira está apto para disputar as eleições 2024

Certidão do TSE comprova que Robério Oliveira está apto para disputar as eleições 2024Por Redação / VIA4116/05/2024 -...

CLÁUDIA OLIVEIRA DEFENDE ESTADUALIZAÇÃO DE ESTRADA ENTRE ITABELA E PORTO SEGURO

A deputada Cláudia Oliveira (PSD) defendeu, em indicação encaminhada ao governador Jerônimo Rodrigues e ao secretário...

Deputada Cláudia Oliveira promove ato em defesa das Baianas do Acarajé na Assembleia Legislativa da Bahia

Deputada Cláudia Oliveira promove ato em defesa das Baianas do Acarajé na Assembleia Legislativa da BahiaNesta segund...

Deputada Cláudia Oliveira destina ambulância para Porto Seguro através de emenda parlamentar

Deputada Cláudia Oliveira destina ambulância para Porto Seguro através de emenda parlamentar Foram entregues, na...